notícias Pittsburgh poderia hospedar um time profissional de basquete? Autoridade Esportiva deve pagar até US$ 90 mil para descobrir

As autoridades esportivas do condado de Allegheny estão explorando se Pittsburgh poderia mais uma vez ser o lar de um time profissional de basquete.

A Autoridade de Esportes e Exposições de Pittsburgh e do condado de Allegheny votou por unanimidade em 8 de fevereiro para concordar com a empresa de consultoria esportiva CAA ICON, com sede no Colorado, para conduzir um estudo de viabilidade sobre se Pittsburgh pode apoiar uma franquia da NBA ou WNBA.

A autoridade concordou em pagar à CAA ICON até US$ 90.000 pela investigação.

A WNBA anunciou uma equipe de expansão em São Francisco no ano passado, e a liga também poderia considerar outras cidades em expansão. A NBA também sugeriu adicionar mais times, com Las Vegas e Seattle liderando.

Pittsburgh não recebe um time profissional de basquete desde 1960.

O Pipers de Pittsburgh da American Basketball Association foi fundada em 1967 e venceu o campeonato em sua primeira temporada. Os Pipers, que mais tarde mudaram seu nome para Pittsburgh Condors, jogaram na Civic Arena de 1967 a 1968 e de 1969 a 1972.

A ABA cancelou a franquia em 1972 após não conseguir encontrar um mercado maior para sediar o time.

Um time da liga secundária, o Pittsburgh Piranhas, jogou uma temporada no AJ Palumbo Center da Duquesne University na Continental Basketball Association começando em 1994. A equipe desistiu em 1995.

Pittsburgh também está explorando a possibilidade de formar um time profissional de hóquei feminino. Os Pittsburgh Penguins manifestaram interesse em hospedar um time em Pittsburgh com a Professional Women’s Hockey League, que será lançada em 2023 em seis cidades norte-americanas.

A liga profissional de hóquei feminino é para encenar um jogo entre equipes de Montreal e Toronto na PPG Paints Arena em 17 de março.

READ MORE  notícias Governador de Ohio, DeWine, veta proibição de cuidados de saúde que afirmem o gênero e atletas trans em esportes femininos

Ryan Deto é um repórter do TribLive que cobre política e notícias de Pittsburgh e do condado de Allegheny. Natural da Bay Area da Califórnia, ele se juntou ao Trib em 2022 depois de cobrir Pittsburgh no Pittsburgh City Paper por mais de seis anos, inclusive como editor-chefe. Ele pode ser contatado em rdeto@triblive.com.