notícias Niemann vence LIV Mayakoba, imediatamente faz esta ‘grande’ declaração

O primeiro pensamento de Joaquin Niemann depois de vencer Sergio Garcia em um playoff de quatro buracos no domingo no LIV Mayakoba?

“Mas não estou na grande liga”, ouviu-se Niemann dizer no início de sua entrevista pós-rodada.

Mais tarde, Niemann foi questionado se a sua vitória – a primeira no circuito apoiado pela Arábia Saudita desde que ingressou em 2022 – atraiu “a atenção das (principais) autoridades relevantes”. Ao que Niemann respondeu: “Ah, espero que sim. Quer dizer, estou pronto.” Niemann disse então sobre seus objetivos para o ano: “Quero vencer os campeonatos, mas tenho que chegar primeiro.”

Niemann, no entanto é em assuntos importantes; ele simplesmente não está em todos eles. Sua vitória há dois meses no Aberto da Austrália o qualificou para o Campeonato Aberto de 2024 no Royal Troon, e na 66ª posição no Ranking Mundial Oficial de Golfe, ele ainda deve estar entre os 100 primeiros se o Campeonato PGA preencher seu campo.

Atualmente, ele não está competindo no Masters ou no US Open.

Com pontos negados ao LIV no ranking mundial, as esperanças de Niemann no Masters são nulas no cenário atual. Ele veio direto para 16e no ano passado, ele perdeu uma passagem de volta para o Augusta National por dois tiros. Ele ainda conseguiu se classificar definitivamente para o Aberto dos Estados Unidos.

Niemann jogou bem antes da vitória do LIV no domingo. Ele teve três resultados entre os 5 primeiros nos últimos meses, incluindo um quinto lugar solo no Aussie PGA e um T-4 no Dubai Desert Classic do DP World Tour, no qual ele participou através de sua vitória no Aussie Open.

READ MORE  notícias Relatório: Raiders contratarão Carnell Williams como seu treinador de RBs

Niemann disse em Dubai que entendia que o fracasso na qualificação para os majores provavelmente seria uma consequência de ingressar na LIV, mas ainda sentia que “merecia” competir em todos os majores.

E isso foi antes desta semana, que também contou com um 12-under 59 de Niemann na primeira rodada, na sexta-feira.

“Acho que tenho uma mentalidade diferente para este ano”, disse Niemann no domingo à noite. “Me machucou um pouco não estar nos majors e acho que também me ajudou a recuperar a motivação para reconquistar meu lugar nos majors, entre os jogadores de elite. Acho que me ajudou um pouco a voltar a ter foco, a começar a trabalhar mais, a começar a trabalhar com um propósito. Acho que está valendo a pena e quero continuar dizendo a mim mesmo que sou capaz de fazer isso, vencer torneios, e esta é uma boa maneira de provar isso, e não quero parar de trabalhar do jeito que faço. Eu faço. Eu só quero continuar.”