notícias Nilo Cruz revisita “Duas Irmãs e um Piano” no Miami New Drama

O dramaturgo Nilo Cruz atravessa a soleira do espaço demarcado nos bastidores e se aproxima do ator Gabriell Salgado. Ele pega a bicicleta azul esverdeada de Salgado e a vira de cabeça para baixo. Ele começa a girar uma roda da bicicleta, quase como uma manifestação externa de seus pensamentos íntimos no momento. Após uma breve pausa, ele continua sua explicação, tentando trazer à tona uma atuação diferente do jovem ator com as mãos e as palavras.

Cruz se afasta e se senta em uma cadeira, bem no meio da sala. Ele se inclina para frente e apoia os cotovelos nos joelhos. Seus olhos percorrem todos os personagens no palco, mas ele presta muita atenção ao que Salgado faz a seguir.

O autor vencedor do Prêmio Pulitzer ensaia sua peça, Duas irmãs e um pianoque estreia no Colony Theatre em 25 de janeiro. Esta será a segunda produção de Cruz a dirigir Novo drama de Miamirecém-saído do sucesso de produção da empresa em 2023 Anna nos trópicos.

Os quatro atores estão nos estágios iniciais do ensaio, realizando a apresentação em uma sala de concreto a poucos quarteirões do teatro Lincoln Road. Existem algumas mesas e cadeiras na sala. No canto traseiro há um rack com itens alfandegários. No meio, fechados por fita rosa, os atores usam seu palco. Pilhas de scripts desgastados estão espalhadas por toda parte.

Thais Menendez e Stephanie Machado, que interpretam as duas irmãs titulares Maria Célia e Sofia, sobem ao palco. Seus sapatos clicam e clicam a cada passo poderoso. Enquanto as duas mulheres e o jovem Salgado ensaiam a cena com Cruz, Maurice Compte, que interpreta o tenente Portundo, faz uma pausa num banco próximo.

O ator apoia o braço direito no sofá e embala a cabeça na palma da mão esquerda. Atrás dele está um recorte de papelão da Estátua da Liberdade.

Compte conhece bem a situação do povo cubano, desde as suas experiências pessoais até aos vários papéis que desempenhou na televisão e no palco. Quando foi escalado para o papel de Portundo, foi mais uma oportunidade de lançar luz sobre a história do imigrante cubano.

READ MORE  notícias “NANA TOUR” do SEVENTEEN e Jennie do BLACKPINK lideram o ranking dos programas de TV e aparições não dramáticas mais badalados

Compte cresceu em Miami e teve muitos momentos ao longo de sua carreira que o trouxeram de volta à sua cidade natal. Sua fundição Duas irmãs é mais um momento especial para o ator cubano-americano.

A educação de Compte é tão única e tão Miami Amazon está fazendo uma série sobre a vida de seu pai, que liderou o famoso clube Mutiny da fama da cocaína na década de 1980. O ator Danny Pino interpretará o pai de Compte, Roman, na próxima série Hotel Cocaína.

“A primeira vez que vi (Pino) ​​se apresentar foi no Colony Theatre”, diz Compte. Pino se apresentou Romeu e Julieta enquanto um jovem Compte estava sentado na plateia. Naquele momento ele disse para si mesmo: “Um dia gostaria de voltar aqui, fazer uma peça e interpretar o papel principal”.

Anos depois: “Aqui estou e isso está acontecendo”.

“Adoro revisitar esta peça, especialmente no estado da Flórida, onde há censura de livros e literatura.”

twittar isso

Em Duas irmãs, Compte interpreta o Tenente Portundo. Ele misteriosamente descreve seu personagem como alguém que “acorda em algum momento e não gosta do que vê”.

Na peça, Portundo luta com seus novos desejos e seu condicionamento ao longo da vida de como as coisas deveriam e não deveriam ser.

“O enredo se presta a muitos tipos diferentes de interpretações, muitas perspectivas diferentes”, acrescenta Compte. “O que é ainda mais identificável é o sentimento subjacente que (Cruz) transmite ao público de tentar equilibrar suas vidas internas e externas.”

Assim como o personagem que interpreta no palco, Compte continua: “Você está tentando harmonizar essas duas coisas e também apenas criar uma sensação de conexão com o mundo, em um mundo que você acha que está mantendo você de fora. acho que esta é realmente a história do imigrante.”

A peça acompanha duas irmãs, a romancista Maria Célia (Menéndez) e a pianista Sofia (Machado), que estão em prisão domiciliar. O tenente designado para o caso, Portundo, começa a se apaixonar por uma das irmãs. O que se segue é uma história que mostra o poder da arte e o poder do espírito humano inabalável.

“Gosto de revisitar esta peça”, diz Cruz Novos tempos. “Especialmente no estado da Flórida, com tudo o que está acontecendo, com a censura de livros e literatura, e isso realmente contribui para isso.”

“É sobre uma mulher e um grupo de artistas que queriam mudanças dentro do sistema. Eles escreveram um manifesto e, como resultado, um grupo de brigadeiros entrou na casa de Maria Célia e a obrigou a comer seu manifesto”.

Cruz se inspirou pela primeira vez para escrever a história de duas irmãs em prisão domiciliar depois de saber sobre a prisão na vida real da poetisa cubana Maria Elena Cruz Varela. O poeta foi preso por se manifestar contra o governo cubano e condenado à prisão domiciliar de 1991 a 1993. Ao pesquisar fervorosamente a história de Cruz Varela, Cruz, de 38 anos, também começou a pensar no poder da imaginação. literatura e arte.

Duas irmãs e um piano estreou pela primeira vez em 1998. Anos depois, Cruz começaria a escrever Anna nos trópicosoutra história sobre o amor e o poder da palavra escrita que renderia ao escritor o Prêmio Pulitzer de Drama em 2003.

“Mais do que tudo, (por Duas irmãs E Anna nos trópicos) Queria apenas esclarecer toda a situação política e como a opressão mudou a vida do povo cubano”, afirma o dramaturgo. “Acho importante documentar a história através do teatro.”

O teatro não é apenas uma forma de os artistas preservarem e processarem o passado, mas também uma forma de nos conhecermos. “Quando vou ao teatro e vejo a peça de outra pessoa, conheço meu vizinho”, diz Cruz sem rodeios.

Duas irmãs e um piano. Quintas-feiras, de 25 de janeiro a 18 de fevereiro, no Colony Theatre, 1040 Lincoln Rd., Miami Beach; 305-674-1040; miaminewdrama.org. O ingresso custa entre US$ 46,50 e US$ 76,50. As apresentações acontecem de quinta a sábado, às 20h, e aos domingos, às 15h.