notícias World Cafe investiga a música do Brasil: World Cafe: NPR

Tim Maia

Sónia D’Almeida/Wikimedia Commons


ocultar legenda

alterar legenda

Sónia D’Almeida/Wikimedia Commons


Tim Maia

Sónia D’Almeida/Wikimedia Commons

Nota do Editor: Para comemorar o Mês da Herança Hispânica este ano, Café Mundial faz uma turnê musical pela América Latina. Todos os dias da semana, de setembro De 15 a 15 de outubro, destacamos a música de um país latino-americano diferente com uma lista de reprodução selecionada de músicas essenciais, vozes novas e curingas.

Vamos abordar o elefante na sala: Sim, Café Mundial está incluindo o Brasil na celebração do Mês da Herança Hispânica e, sim, sabemos que o português é a língua oficial do Brasil, portanto, os brasileiros não são espanhóis.

Acredite em alguém que ainda fica confuso ao preencher o censo: os Estados Unidos não encontraram um termo suficientemente matizado para descrever a herança cultural partilhada dos latino-americanos; o governo americano sob Lyndon Johnson escolheu ‘espanhol’ quando criou esta comemoração em 1968.

Mas como venho montando essas playlists nas últimas semanas – além Café Mundialcorrespondente do Latin Roots, Byron González – os fios musicais que conectam a América Latina são inconfundíveis. Os ritmos das Índias Ocidentais chegaram à América Central e além. O rock argentino foi a semente da qual rocha em espanhol cresceu. Os sons da floresta amazônica inspiraram músicos da Bolívia ao Peru, Equador, Colômbia e, claro, Brasil. Então não tem como sairmos do berço do samba, da bossa nova e muito mais durante esse mês de comemoração.

Esse mix contém ícones brasileiros como João Gilberto, Antonio Carlos Jobim e Tim Maia. Há também bandas mais jovens que reinterpretam ritmos clássicos brasileiros, como ANAVITÓRIA e a banda paulista PLUMA.

Adicionamos um corte justo Pablo Vittarálbum de 2020, 111. Em 2018, Vittar se tornou a primeira drag queen a ganhar um Grammy Latino por “Sua Cara”, colaboração de Vittar com Major Lazer e Anitta.

Por fim, uma das nossas músicas favoritas nesta playlist é “ESSA RUA É MINHA” do artista e ativista indígena de hip-hop Kaê Guajajara. Ela lançou um novo álbum chamado Zahytata.

Aproveite e volte amanhã para ver onde Café Mundialvai para o próximo.