notícias Martin Clunes soa o alarme sobre a sobrevivência dos dramas de TV terrestres

Martin Clunes soa o alarme sobre a sobrevivência dos dramas de TV terrestres

Martin Clunes, o rosto do drama de sucesso da ITV Doc Martin, emitiu um alerta severo sobre o futuro do drama da TV terrestre em meio à crescente concorrência de gigantes do streaming como a Netflix. Aos 62 anos, o aclamado ator chamou a atenção para as pressões financeiras enfrentadas pelas emissoras de televisão tradicionais, ressaltando os recursos financeiros aparentemente ilimitados disponíveis para as plataformas de streaming.

Plataformas de streaming: a nova corrida do ouro

Clunes destacou um encontro recente em que um drama do qual fez parte no País de Gales só se tornou realidade devido a uma greve inesperada de atores nos Estados Unidos. Este evento liberou equipes de produção, permitindo o andamento do projeto. Sem esse incidente casual, Clunes sugeriu que o projeto poderia ter parado, vítima dos salários mais altos que as plataformas de streaming usavam para atrair talentos de produção. O poder financeiro destas plataformas digitais está a distorcer a indústria, com as estações de televisão tradicionais a lutarem para acompanhar o ritmo.

A luta das emissoras de TV tradicionais

Clunes descreveu o complicado jogo financeiro que as emissoras de TV tradicionais, como a ITV, têm de jogar para fazer os dramas decolarem. Muitas vezes dependem de pré-vendas de conteúdo a emissoras estrangeiras para financiar os custos dos filmes. Além disso, destacou que os orçamentos disponíveis para a ITV são significativamente diminuídos pelos dos serviços de streaming, que podem investir generosamente nos seus projectos. O forte contraste nos recursos disponíveis representa uma séria ameaça à sobrevivência e ao progresso do drama televisivo terrestre.

Comercialismo e criatividade: uma dança delicada

Apesar da difícil batalha, Clunes não vê o comercialismo como inimigo da criatividade. Ele argumentou que, de muitas maneiras, isso pode levar a empreendimentos criativos. Ele aprecia a transparência de trabalhar para um canal comercial, onde o sucesso de um programa e suas perspectivas de continuidade estão diretamente relacionados à sua recepção entre os telespectadores. Segundo ele, isso mantém o processo criativo focado e autêntico.

READ MORE  notícias A saudade e o drama das fotografias de Daido Moriyama