notícias Espera-se que o estado da Flórida inicie o processo de saída do ACC em breve

Espera-se que o estado da Flórida inicie em breve o processo de sua tão discutida separação do ACC, disseram várias fontes ao Yahoo Sports.

A participação na conferência Seminoles será o foco de uma reunião planejada para sexta-feira do Conselho de Curadores da FSU, e o resultado da reunião poderá ser um registro legal formal no que muitos estão descrevendo como o primeiro passo para alcançar uma saída da subvenção vinculativa de o ACC. acordo de direitos.

O Conselho de Curadores da FSU anunciou na quinta-feira que está se reunindo para cumprir uma lei estadual de reuniões abertas que exige que os membros avisem o público com 24 horas de antecedência antes da reunião. Várias fontes com conhecimento dos possíveis planos da FSU falaram com o Yahoo Sports para esta história sob condição de anonimato.

Os detalhes sobre a acção legal específica que os líderes da FSU planeiam tomar não são claros, mas especialistas jurídicos dizem que a escola poderia apresentar uma chamada “julgamento declaratório” num esforço para que um juiz decida que a escola não está vinculada às suas obrigações. contrato com o AC.

O objetivo da ação judicial é a concessão de direitos, um documento legal entre a ACC, seus membros e a TV parceira ESPN, que une as partes durante o ano letivo 2035-2036. Qualquer pedido seria presumivelmente apresentado em um tribunal local favorável aos interesses da escola.

A manobra ocorre menos de um mês depois FSU se tornou o primeiro campeão invicto de uma grande conferência a ficar de fora do College Football Playoffuma decisão que abalou o povo de Tallahassee e acelerou a estratégia de saída planejada da escola.

Não se espera que a potencial ação legal desta semana sirva como um aviso de partida para o ACC. Uma saída do ACC levaria no mínimo mais de um ano. No entanto, tal aventura legal poderia abrir caminho para que mais programas ACC seguissem o exemplo, desafiando a liga e a sua atribuição de direitos.

A concessão de direitos pela conferência é central nas discussões. A concessão de direitos é uma medida comum que as conferências utilizam para vincular legalmente as suas escolas membros a um compromisso de longo prazo, como forma de garantir um acordo de direitos de comunicação social. O ACC concordou com o acordo atual com a ESPN em 2016.

Embora o acordo de 20 anos tenha sido considerado positivo na altura, a duração do acordo causou agitação dentro da ACC, à medida que outras conferências de poder, nomeadamente a Big Ten e a SEC, assinaram novos e mais lucrativos contratos de direitos de comunicação social. Durante a próxima década, espera-se que as escolas SEC e Big Ten ganhem significativamente mais com a partilha de receitas – até o dobro – do que as do ACC, números que classificam os membros do ACC, nenhum mais do que o Estado da Florida.

READ MORE  notícias Leão de Ouro: Clube de futebol percorre mais de 13.600 quilômetros para perder por 12 a 0 para o Lille na Copa da França
ORLANDO, FL – 29 DE DEZEMBRO: Uma bandeira com o logotipo do Florida State Seminoles é exibida durante o Cheez-It Bowl entre o Oklahoma Sooners e o Florida State Seminoles na quinta-feira, 29 de dezembro de 2022, no Camping World Stadium, Orlando, Flórida.  (Foto de Peter Joneleit/Icon Sportswire via Getty Images)ORLANDO, FL – 29 DE DEZEMBRO: Uma bandeira com o logotipo do Florida State Seminoles é exibida durante o Cheez-It Bowl entre o Oklahoma Sooners e o Florida State Seminoles na quinta-feira, 29 de dezembro de 2022, no Camping World Stadium, Orlando, Flórida.  (Foto de Peter Joneleit/Icon Sportswire via Getty Images)

A participação dos Seminoles na conferência será o foco de uma reunião agendada do Conselho de Curadores da FSU. (Peter Joneleit/Icon Sportswire via Getty Images)

Durante um ano, os funcionários da FSU fizeram ameaças publicamente sobre a sua eventual saída da conferência, com o próprio presidente da escola, Richard McCullough, a dizer em Agosto que a FSU deveria considerar esta medida “muito seriamente”.

Na mesma reunião, o ex-zagueiro da FSU Drew Weatherford, membro do Conselho de Curadores, disse: “Não é uma questão de deixar por isso mesmo, na minha opinião. É uma questão de quem e quando partiremos.”

A conversa pode se transformar em ação.

As críticas da FSU ao CFP não são o único factor que acelerou o rumo da escola para a saída do ACC.

Na última onda de redistribuição o ACC venceu Cal, Stanford e SMU apesar da resistência agressiva dentro da conferência. FSU, Carolina do Norte e Clemson votaram contra os acréscimos. A liga adicionou esse trio de programas, enquanto seus pares da conferência de poder acrescentaram Oregon e Washington (Big Ten); e estado de Utah, Colorado, Arizona e estado do Arizona (12 grandes). A SEC também adicionará Oklahoma e Texas no próximo ano.

A campanha de expansão do ACC dividiu ainda mais uma série de programas privados e públicos com missões e recursos muito variados. A liga impulsionou a expansão em parte como uma forma de preservar a conferência a longo prazo, dada a potencial saída de um punhado de programas.

Na primavera, dirigentes de sete escolas ACC reuniram-se várias vezes para explorar um meio de potencialmente deixar a conferência e até mesmo para explorar a dissolução total da liga. Essas discussões morreram em grande parte depois que surgiram publicamente em maio, mas o desejo da FSU – e de outros também – de romper com a liga tem sido uma constante há meses.

Os advogados da FSU, bem como os da Clemson, passaram os últimos meses explorando maneiras de romper de forma realista com os direitos. Embora muitos considerem a concessão de direitos inquebrantável, alguns acreditam que as escolas ainda tentarão encontrar uma saída.

READ MORE  notícias Campeonato AO VIVO: pontuação e atualizações de Coventry City x Millwall - Ao vivo

Ao assinar uma concessão de direitos, as escolas adquirem os direitos de transmissão de seus jogos em casa para a liga e parceira ESPN. As ligas locais do estado da Flórida não serão propriedade da escola, mas da liga pelos próximos treze anos – se não encontrarem uma saída.

Há precedentes para um acordo. Neste mesmo ano, as 12 Grandes e seus parceiros de TV concordaram com um acordo no qual Oklahoma e Texas suspenderam as premiações um ano antes pelo que foi cobrado como uma multa de US$ 50 milhões para cada escola.

A Concessão de Direitos do ACC contém linguagem semelhante a esse documento. No entanto, a FSU sairia com outro contrato de dez anos. Se a ACC e a ESPN chegassem a um acordo, a quebra da concessão dos direitos teria um custo significativo, com estimativas de até 500 milhões de dólares.

Isso seria um acréscimo aos US$ 120 milhões devidos à liga em uma taxa de saída separada. Não é nenhum segredo no atletismo universitário que o estado da Flórida, assim como outros programas do ACC, fizeram pesquisas profundas para obter financiamento futuro por meio de recursos de capital privado. Quanto à saída do ACC, as escolas devem notificar a conferência da sua saída pelo menos um ano antes da mudança. Por exemplo, a FSU tem a garantia de aderir ao ACC no próximo ano lectivo e teria de notificar a conferência o mais tardar em Agosto. 15 de agosto de 2024 se a escola quisesse sair a tempo de competir em outro lugar na temporada de futebol de 2025.

Há também esta questão: onde iriam parar o estado da Flórida e todas as outras escolas ACC que partiram?

A SEC e a Big Ten, as suas opções mais atraentes, indicaram que estão hesitantes em adicionar membros adicionais, mas tais declarações já foram feitas antes. Os líderes escolares das Dez Grandes declararam publicamente outra rodada de expansão antes de adicionar Oregon e Washington.

O ambiente em mudança no atletismo universitário cria um cenário imprevisível que continua a evoluir, criando oportunidades para o abandono dos programas ACC. Por exemplo, provavelmente haverá uma nova estrutura de gestão. O presidente da NCAA, Charlie Baker, propôs a criação de uma nova subdivisão da FBS focado em fornecer compensação universitária direta aos atletas.