notícias “Doona!” estrela Yang Se Jong em discussões para estrelar o drama inspirado em webtoon ‘The Hooligans’

O aclamado ator Yang Se Jong, elogiado por suas performances notáveis ​​em ‘Doona!’ e ‘Thirty but Seventeen’, está supostamente definido para assumir um papel principal no próximo drama baseado em webtoon ‘The Hooligans’. Com uma carreira estelar que o colocou sob os holofotes por seu papel como jovem chef no drama romântico de 2017 ‘Temperatura do Amor’, Yang Se Jong tornou-se uma figura proeminente na indústria de entretenimento sul-coreana.
De acordo com relatos da SPOTV News de 15 de dezembro, Yang Se Jong está em negociações para ser a atração principal de ‘The Hooligans’, um próximo drama dirigido por Kang Yun Sung, conhecido por seu trabalho em ‘The Outlaws’ e ‘Big Bet’. Também conhecida como Fine, a série é inspirada no popular webtoon Kakao que ganhou fama de 2014 a 2015. ‘The Hooligans’ fará sua estreia nas plataformas OTT, com produção em andamento e filmagens previstas para começar no segundo semestre. de 2023. O drama tem lançamento previsto para o segundo semestre de 2024.
‘The Hooligans’ revela uma história convincente de indivíduos que tentam escapar da pobreza participando de escavações de tesouros e escapando de uma vida enredada em produtos falsificados. Tendo como pano de fundo a década de 1970, a história gira em torno de um tio e seu sobrinho, atraídos pela perspectiva de caçar tesouros no Mar Ocidental.
Inicial, Ji Chang Wook e Ryu Seung Ryong foram considerados para papéis na série, com Ji Chang Wook definido para interpretar Hee Dong, um personagem que faz vários biscates ao lado de seu tio Gwan Seok (interpretado por Ryu Seung Ryong). No entanto, relatórios recentes confirmam que Ji Chang Wook recusou o papel.
O possível envolvimento de Yang Se Jong em ‘The Hooligans’ segue sua recente aparição no drama romântico de sucesso ‘Doona!’, no qual ele interpretou Lee Won Jun.

READ MORE  notícias O último filho vivo da 'madrinha da cocaína' Griselda Blanco diz que o drama da Netflix não faz direito de família 'complexo e lendário'